Quinta-feira, 7 de Maio de 2009

.: 100. O Vale do Medo, Sir Arthur Conan Doyle :.

250 páginas

 

Em 1914, Sir Arthur Conan Doyle começa a lançar na Strand Magazine aquele que irá ser o último grande romance com o famoso detective Sherlock Holmes. A versão em forma de livro é publicada um ano depois.
O Vale do Medo é considerado por muitos dos estudiosos de Conan Doyle a sua melhor novela de Sherlock Holmes. A acção decorre em dois momentos; o primeiro no presente, onde se desenrolará o terrível assassinato que catapulta o leitor para o segundo momento, no passado, para um sinistro vale na Pensilvânia, numa altura em que ainda se desbravava o Oeste norte-americano. Mas, O Vale do Medo ficou também conhecido por ser o romance onde, por um lado, Sherlock Holmes faz a primeira referência ao seu arqui-inimigo Professor Moriarty (cronologicamente, a acção situa-se após O Sinal dos Quatro) e, por outro, onde é mencionada a famosa Agência Pinkerton (a primeira agência do mundo de detectives privados).
Mais uma vez, e após o volume de As Reminiscências de Sherlock Holmes, o ilustrador é Frank Wiles, o digno sucessor de Sidney Paget.

 

Sílvia às 21:57
link | comentar