Domingo, 18 de Janeiro de 2009

.: 94. Ensaio Sobre a Cegueira, José Saramago :.

310 páginas

 

Um dia normal na cidade. Os carros parados numa esquinas esperam o sinal mudar. A luz verde acende-se, mas um dos carros não se move. No meio das buzinadelas enfurecidas e da gente que bate nos vidros, percebe-se o movimento da boca do motorista, formando duas palavras: Estou cego.

Esta "cegueira branca" vai alastrar-se como uma epidemia, cenário a partir do qual Saramago nos dá a conhecer, no seu estilo único, o lado mais negro da sociedade.

 

Sílvia às 16:55
link
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres